top of page
banner_edited_edited.png
Monitorias Blog.png
  • Foto do escritorEscola Monitorias

Sede ou cede: qual é o certo e quando usar cada palavra?

Atualizado: há 6 dias


Criança bebendo uma garrafinha de água

No vasto mundo da língua portuguesa, é comum encontrarmos palavras que se assemelham na escrita, mas que possuem significados distintos, podendo gerar dúvidas no momento de sua aplicação.


Dois exemplos disso são as palavras "sede" e "cede".


Embora sejam homófonas, ou seja, possuam a mesma pronúncia, essas palavras têm significados diferentes e são utilizadas em contextos distintos.


Neste texto, esclareceremos as diferenças entre "sede" e "cede" e mostraremos quando cada uma delas deve ser empregada.




Sede com a letra "S"


"Sede" com a letra "S" refere-se ao substantivo que denota a sensação de falta de líquido que ocorre quando estamos com muita vontade de beber água ou qualquer outro tipo de bebida.


Nesse sentido, "sede" é usada para expressar a necessidade de hidratação do corpo. ,


Vejamos alguns exemplos de uso:


  1. "Depois de praticar esportes, senti muita sede e bebi uma garrafa de água."

  2. "O calor intenso aumentou minha sede, e eu precisei parar para comprar uma bebida refrescante."


Primeira aula de reforço escolar grátis. Agende agora.

Cede com a letra "C"


A palavra "cede", com a letra "C", é a forma conjugada do verbo "ceder", que significa "concordar", "transmitir um direito ou propriedade a alguém", "abrir mão de algo em favor de outro" ou "dar lugar".


Observemos alguns exemplos para melhor compreensão:


  1. "Diante das súplicas dos funcionários, o chefe cedeu e concedeu um aumento salarial."

  2. "A empresa cedeu o espaço para a realização do evento beneficente."

  3. "Com o tempo, a resistência do material cedeu às forças externas."

Uso correto em frases


Para evitar equívocos na escrita, é essencial empregar corretamente "sede" e "cede" em contextos apropriados.


Vamos ilustrar algumas frases demonstrando o uso adequado de ambas as palavras:


  1. "Após uma longa negociação, a empresa cedeu parte do terreno para a construção do novo parque, atendendo aos pedidos da comunidade local."

  2. "No verão escaldante, é comum sentir sede com frequência, portanto, é importante se manter hidratado."

  3. "O proprietário cedeu a administração do restaurante a um novo sócio, buscando melhorar os serviços oferecidos aos clientes."

  4. "Os países em desenvolvimento pedem que os países desenvolvidos cedam recursos financeiros para o combate às mudanças climáticas."

Desvendando as diferenças: a importância da correta utilização de "sede" e "cede"


Em síntese, embora as palavras "sede" e "cede" sejam homófonas, seus significados e contextos de aplicação são distintos.



"Sede" refere-se à sensação de falta de líquido no corpo, enquanto "cede" é a forma conjugada do verbo "ceder", indicando concordância ou transmissão de direitos ou propriedades.


Ao aplicar corretamente essas palavras em seus contextos apropriados, você aprimora sua escrita e evita confusões que possam comprometer a clareza de suas mensagens.


Portanto, atente-se ao contexto e ao significado pretendido, garantindo o uso correto de "sede" e "cede" em suas comunicações diárias.


Reforço escolar Monitorias: seu filho superando desafios

A Monitorias é a solução ideal para o reforço escolar do seu filho! Nossa equipe de especialistas está pronta para ajudá-lo a superar todas as suas dificuldades e alcançar o sucesso. Agende agora mesmo a sua primeira aula experimental gratuita.

Outros artigos

BANNER-1.png
BANNER-2.png
BANNER-3.png
bottom of page