top of page
banner_edited_edited.png
Monitorias Blog_edited.png
  • Foto do escritorEscola Monitorias

TEA: 6 atividades para crianças autistas que você precisa conhecer


Atividades artísticas para o desenvolvimento de crianças autistas
Desenvolvimento infantil e autismo: 6 atividades para crianças autistas que você precisa conhecer!

Entenda o que é autismo: compreendendo as necessidades e características das crianças autistas


O autismo é um distúrbio do desenvolvimento neurológico que afeta a comunicação e a interação social da pessoa.


Para entender as necessidades e características das crianças autistas, é importante compreender que elas podem apresentar dificuldades em expressar suas emoções, entender as emoções dos outros e podem ter comportamentos repetitivos.


Além disso, o espectro autista abrange desde formas leves até graves, e o diagnóstico é feito através de avaliação clínica e observação do comportamento da pessoa.




Manifestação do Autismo na infância


O autismo geralmente se manifesta nos primeiros anos de vida, tipicamente antes dos 3 anos de idade. No entanto, em alguns casos, os sinais podem ser observados já nos primeiros meses de vida.


Os sintomas do autismo podem variar amplamente e podem incluir dificuldades na comunicação, interação social, interesses restritos e comportamentos repetitivos.


É importante observar que cada criança é única e pode apresentar sinais de autismo de maneira diferente. Se houver preocupações sobre o desenvolvimento de uma criança, é recomendável procurar orientação médica e avaliação especializada.


Na escolha de atividades para crianças autistas, é fundamental levar em conta suas necessidades específicas.


As atividades devem ser adaptadas para ajudá-las a se comunicar melhor, aprimorar suas habilidades motoras, sociais e cognitivas, além de proporcionar um ambiente de diversão e aprendizado.


Conhecer as preferências e interesses da criança também é importante para criar atividades que sejam motivadoras e prazerosas.


Banner informando ao leitor que a Monitorias oferece primeira aula de reforço escolar grátis.

Ao oferecer atividades para crianças autistas, é importante lembrar que elas podem ter dificuldades em lidar com estímulos sensoriais intensos, como luzes, sons e texturas.


Por isso, é essencial observar as reações da criança durante a atividade e adaptá-la conforme suas necessidades e preferências.



O autismo não tem cura, mas tratamentos e terapias podem ajudar a melhorar a qualidade de vida e a capacidade de se comunicar e se relacionar socialmente.


Por isso, é fundamental que os pais e cuidadores busquem ajuda especializada para criar um ambiente acolhedor e estimulante para a criança autista.


Abaixo, listamos seis atividades para crianças autistas.


1. Atividades sensoriais para crianças autistas: ideias de brincadeiras divertidas e educativas


As brincadeiras sensoriais são excelentes para as crianças autistas, pois ajudam a desenvolver a integração sensorial, a percepção de texturas, sons, cores e movimentos. Elas podem ser realizadas com areia, água, massinhas de modelar, entre outros materiais.


Aqui estão alguns exemplos de brincadeiras sensoriais que podem ser realizadas com crianças autistas.


Exploração sensorial: aprenda como criar uma caixa de areia sensorial para estimular o desenvolvimento de crianças autistas


As caixas sensoriais são uma ótima forma de estimular a exploração sensorial das crianças autistas, já que muitas delas possuem sensibilidade tátil, e essa atividade permite que elas experimentem diferentes texturas de forma segura e controlada.


Para criar a caixa sensorial, basta escolher um recipiente grande o suficiente para que a criança possa colocar as mãos dentro, como uma caixa de plástico ou uma bacia, e preenchê-lo com areia ou arroz.


Você pode adicionar objetos diversos, como brinquedos, objetos de cozinha ou utensílios domésticos, e escondê-los dentro da caixa. Certifique-se de escolher objetos seguros e que não possam machucar a criança, como objetos pontiagudos ou afiados.


As caixas sensoriais são uma ótima forma de estimular a exploração sensorial das crianças autistas
As caixas sensoriais são uma ótima forma de estimular a exploração sensorial das crianças autistas.

Ao deixar a criança explorar a caixa sensorial, é importante observar como ela está reagindo às diferentes texturas e objetos, para garantir que a atividade seja agradável e não cause desconforto ou ansiedade.


Se a criança demonstrar algum desconforto ou rejeição a determinado objeto ou textura, é importante respeitar isso e removê-lo da caixa.


Além disso, a atividade também pode ser adaptada para incluir outras habilidades, como reconhecimento de formas ou cores.


Por exemplo, você pode esconder objetos de cores ou formas específicas e pedir para a criança encontrar apenas os objetos daquela cor ou forma.


Em resumo, a atividade de criar uma caixa sensorial com areia ou arroz e esconder objetos dentro dela é uma ótima forma de estimular a exploração sensorial e a coordenação motora das crianças autistas, além de poder ser adaptada para incluir outras habilidades.


É uma atividade simples e divertida que pode ser realizada em casa com materiais acessíveis.


Pintando com os pés: como a atividade de caminhar sobre tinta pode estimular o desenvolvimento de crianças autistas


Ao caminhar descalça sobre o papel coberto com tinta, a criança poderá experimentar diferentes texturas e sensações táteis, além de desenvolver a propriocepção, que é a consciência corporal e a capacidade de controlar os movimentos do corpo.


Para realizar essa atividade, basta colocar um pedaço grande de papel no chão, preferencialmente em um lugar espaçoso e de fácil limpeza.


Em seguida, espalhe a tinta sobre o papel com as mãos ou com um rolo de pintura, escolhendo cores variadas e interessantes para a criança.


É importante lembrar que algumas crianças autistas podem ser sensíveis a cheiros e texturas específicas, portanto, é recomendado escolher uma tinta atóxica e lavável, para evitar desconforto ou irritação na pele.


Após cobrir o papel com a tinta, incentive a criança a andar descalça sobre ele, explorando as sensações táteis e a mistura de cores que a tinta proporciona. Você também pode incentivar a criança a pisar em diferentes partes do papel, desenhando formas ou padrões com os pés.


Papel com tinta espalhada no chão, com criança caminhando descalça
Ao caminhar descalça sobre o papel coberto com tinta, a criança poderá experimentar diferentes texturas e sensações táteis.

No final da atividade, é importante limpar bem o espaço e lavar os pés da criança com água e sabão.


Essa atividade é uma forma divertida e criativa de estimular a exploração sensorial e a coordenação motora das crianças autistas, além de permitir que elas se divirtam e se expressem artisticamente.


Brinquedos sensoriais: estimule a sensibilidade tátil da criança com diferentes texturas


O uso de brinquedos com texturas variadas é uma ótima maneira de estimular a sensibilidade tátil das crianças, especialmente as autistas, que podem ter dificuldades em processar e responder a estímulos sensoriais.


Bolas macias, pelúcias ásperas, peças de quebra-cabeça com texturas variadas e outros tipos de brinquedos sensoriais são uma excelente opção para envolver a criança em atividades que estimulam o tato e o desenvolvimento motor.


Os brinquedos sensoriais permitem que a criança explore diferentes texturas, formas e tamanhos, o que ajuda a desenvolver habilidades motoras finas e grossas, além de estimular a curiosidade e a criatividade.


Eles também podem ajudar a acalmar e relaxar a criança, especialmente em situações de estresse ou ansiedade.


Ao escolher brinquedos com diferentes texturas, é importante considerar as preferências e necessidades individuais da criança, bem como a sua idade e nível de desenvolvimento.


É recomendado também observar a reação da criança ao brincar com os brinquedos sensoriais, para garantir que a atividade seja prazerosa e confortável para ela.


Brincadeira com massinha de modelar: uma atividade divertida e estimulante para crianças autistas


A massinha de modelar é uma ótima opção de brincadeira para crianças autistas, pois permite a criação de diferentes formas e texturas, ajudando no desenvolvimento da coordenação motora fina e na estimulação da sensibilidade tátil.


Além disso, é uma atividade que pode ser feita em grupo ou individualmente, e permite a expressão da criatividade e imaginação.


Criança menina brincando com massinha de modelar verde.
Brincadeira com massinha de modelar: uma atividade divertida e estimulante para crianças autistas.

Para tornar a brincadeira mais estimulante, é possível adicionar elementos sensoriais à massinha, como glitter, aromatizantes e corantes naturais. Isso ajuda a enriquecer a experiência tátil da criança, além de oferecer estímulos visuais e olfativos.


Ao brincar com massinha de modelar, é importante observar a reação da criança, oferecendo suporte e incentivo quando necessário.


Também é importante permitir que a criança brinque livremente, sem expectativas ou pressões, permitindo que ela descubra e explore a atividade em seu próprio ritmo.


Além disso, é possível incorporar a massinha de modelar em outras atividades, como jogos de adivinhação, histórias interativas e construção de cenários.


Tudo isso pode ser adaptado de acordo com as necessidades individuais da criança, ajudando-a a desenvolver habilidades e se divertir ao mesmo tempo.


Caixa de cheiros: uma atividade sensorial divertida para crianças autistas


A caixa de cheiros é uma atividade sensorial divertida e estimulante para crianças autistas, que ajuda a desenvolver a sensibilidade olfativa e a capacidade de identificar diferentes aromas.


Para criar a caixa, basta selecionar alguns aromas, como lavanda, laranja e canela, e colocá-los em pequenos recipientes, como potinhos de plástico ou vidro.


garrafas-de-cheiros-pequenas-coloridas-na-placa
A caixa de cheiros é uma atividade sensorial divertida e estimulante para crianças autistas.

Durante a brincadeira, a criança é convidada a cheirar os diferentes aromas e tentar adivinhar qual é cada um. Isso ajuda a desenvolver a percepção sensorial e a capacidade de associar aromas a objetos ou situações específicas.


É importante lembrar de respeitar os limites e preferências sensoriais da criança, observando suas reações durante a brincadeira.


Caso a criança apresente desconforto ou aversão a algum dos aromas, é importante respeitar e não forçá-la a cheirar novamente.


Além da caixa de cheiros, outras atividades sensoriais envolvendo o olfato podem ser incorporadas na rotina da criança, como experimentar diferentes sabores de alimentos e plantas com cheiros agradáveis.


Tudo isso pode ser adaptado de acordo com as necessidades individuais da criança, ajudando-a a desenvolver habilidades e se divertir ao mesmo tempo.


Lembre-se de sempre observar as reações da criança durante a brincadeira e respeitar seus limites e preferências sensoriais.


2. Jogos educativos para crianças autistas: estimulando habilidades cognitivas


Os jogos educativos são uma ótima forma de estimular as habilidades cognitivas das crianças autistas, ajudando-as a desenvolver a memória, a atenção, a concentração e outras habilidades importantes.


Jogos de memória, quebra-cabeças, jogos de encaixe e jogos de sequência são algumas das opções que podem ser adequadas para crianças autistas.


Os jogos de memória são particularmente úteis para crianças autistas, pois ajudam a desenvolver a memória visual e a habilidade de concentração.


Quebra-cabeças e jogos de encaixe, por sua vez, podem ajudar a desenvolver a coordenação motora fina e a compreensão de formas e tamanhos.


Já os jogos de sequência podem ajudar a desenvolver a capacidade de compreender e seguir instruções.


É importante lembrar que cada criança autista é única e pode apresentar preferências e habilidades diferentes. Portanto, é importante selecionar jogos educativos que sejam adequados ao nível de desenvolvimento e habilidades da criança, além de levar em conta suas preferências e interesses.


Alguns exemplos de jogos educativos que podem ser realizados com crianças autistas são:


Jogo da memória para crianças autistas: desenvolvendo habilidades de memória e observação


O jogo da memória é uma atividade divertida e eficaz para ajudar as crianças autistas a desenvolver suas habilidades de memória e observação.


Para jogar, basta utilizar cartões com imagens e ajudar a criança a encontrar as combinações correspondentes.


Jogo da memória para crianças autistas
O jogo da memória é uma atividade divertida e eficaz para ajudar as crianças autistas a desenvolver suas habilidades de memória e observação.

Além de ajudar a desenvolver a memória visual, o jogo da memória também pode ser útil para melhorar a concentração, a atenção e a capacidade de observação da criança.


É importante lembrar que o jogo deve ser adaptado às habilidades e preferências da criança, utilizando imagens e temas que sejam do seu interesse.


Outra dica é aumentar gradativamente o número de cartões utilizados, desafiando a criança a lembrar cada vez mais combinações.


O jogo da memória pode ser uma ótima atividade para ser realizada em conjunto com outras crianças ou mesmo com a família, tornando a experiência ainda mais divertida e interativa.


Lembre-se de sempre respeitar os limites e preferências sensoriais da criança, adaptando a atividade de acordo com suas necessidades e garantindo que ela se divirta enquanto desenvolve suas habilidades.


Quebra-cabeças para crianças autistas: estimulando habilidades cognitivas e motoras


Os quebra-cabeças são uma ótima opção de atividade para crianças autistas, pois ajudam a desenvolver habilidades cognitivas, como a resolução de problemas e a concentração, e também aprimoram a coordenação motora fina.


Criança brincando com quebra-cabeças
Os quebra-cabeças são uma ótima opção de atividade para crianças autistas, pois ajudam a desenvolver habilidades cognitivas.

É importante fornecer quebra-cabeças com diferentes níveis de dificuldade, adequados à idade e habilidades da criança, para que ela possa progredir gradualmente e sentir-se desafiada.


Além disso, a atividade pode ser feita em conjunto com um adulto, que pode ajudar a criança a identificar as peças e incentivá-la durante o processo.


Desenvolvendo a imaginação: atividade de contar histórias para crianças autistas


O jogo de contar histórias é uma atividade divertida e criativa que pode ajudar no desenvolvimento da linguagem e da imaginação da criança autista.


Para começar, escolha uma imagem ou um objeto que desperte o interesse da criança e ajude-a a criar uma história em torno dele. Você pode começar a história e deixar que a criança continue a partir daí, ou pode perguntar à criança o que ela acha que poderia acontecer em seguida.


Para tornar a atividade mais agradável e envolvente, use objetos ou imagens que estejam relacionados aos interesses da criança, como personagens de desenhos animados ou temas que ela goste.


Além disso, é importante dar tempo suficiente para a criança pensar e responder, respeitando o ritmo dela.


Outra dica é fazer perguntas abertas para estimular a imaginação da criança e incentivar a criação de uma história mais elaborada. Por exemplo, pergunte "o que você acha que aconteceu antes disso?" ou "como a história pode terminar?".


O jogo de contar histórias pode ser feito em dupla ou em grupo, ajudando a criança a desenvolver habilidades sociais e de comunicação. É uma atividade simples e divertida que pode ser adaptada às necessidades e preferências da criança autista.


Desenvolvendo habilidades de pensamento crítico: jogo de classificação para crianças autistas


O jogo de classificação é uma atividade simples e divertida que pode ajudar as crianças autistas a desenvolver suas habilidades cognitivas.


Para fazer essa atividade, basta fornecer uma variedade de objetos e pedir para a criança classificá-los em diferentes categorias, como cor, forma, tamanho, material ou utilidade.


Objetos que apresentam a mesma cor azul agrupados juntos, sobre uma mesa de madeira clara
O jogo de classificação é uma atividade simples e divertida que pode ajudar as crianças autistas a desenvolver suas habilidades cognitivas.

É importante dar tempo para que a criança examine cada objeto e pense em como ele pode ser classificado.


Além de ajudar a desenvolver habilidades de pensamento crítico e organização, essa atividade também pode ser usada para estimular a linguagem e a comunicação, pedindo para a criança explicar o motivo de cada objeto estar em determinada categoria.


Jogo de alfabetização para crianças autistas: ideias e sugestões para estimular a leitura e escrita


A alfabetização é uma etapa crucial na educação de todas as crianças, mas para aquelas no espectro autista, pode ser desafiador.




No entanto, com as atividades certas, é possível ajudar essas crianças a desenvolver suas habilidades de leitura e escrita. Uma ótima opção é o jogo de alfabetização com letras de espuma ou cartões com letras.


Aqui estão algumas ideias e sugestões para trabalhar com o jogo de alfabetização:


Comece com letras maiúsculas: as letras maiúsculas são mais fáceis de reconhecer e podem ajudar a criança a se familiarizar com o alfabeto.


Use cores diferentes: as cores podem ajudar a criança a associar as letras e formar palavras. Por exemplo, use a cor vermelha para as vogais e a cor azul para as consoantes.


Comece com palavras simples: comece com palavras simples de três ou quatro letras e deixe a criança formá-las com as letras. Conforme ela progride, aumente a complexidade das palavras.


Use frases curtas: depois que a criança já tiver formado algumas palavras, ajude-a a construir frases curtas com as palavras formadas.


Incentive a escrita: além de formar palavras com as letras, incentive a criança a escrever as palavras com lápis e papel. Isso ajuda a desenvolver a coordenação motora fina e a habilidade de escrita.


Faça jogos de correspondência: faça cartões com imagens e palavras correspondentes e ajude a criança a associá-los. Por exemplo, faça um cartão com a imagem de um cachorro e outro com a palavra "cachorro". Isso ajuda a criança a associar a palavra com a imagem.


Lembre-se de sempre adaptar as atividades de acordo com as necessidades e preferências da criança autista. Seja paciente e respeite o ritmo dela.


Com prática e estímulo adequados, é possível ajudar a criança a desenvolver suas habilidades de leitura e escrita.


3. Como atividades artísticas podem beneficiar o desenvolvimento de crianças autistas


Atividades artísticas são uma ótima maneira de ajudar as crianças autistas a se expressarem de forma criativa e explorar suas emoções.


Além disso, essas atividades podem ser uma forma de desenvolver habilidades motoras finas, coordenação e concentração.


Uma opção é fornecer uma variedade de materiais de arte, como lápis de cor, giz de cera, tintas e pincéis, e deixar a criança livre para criar o que quiser.


Também é possível oferecer atividades mais estruturadas, como pintar por números ou fazer colagens com recortes de revistas.


É importante lembrar que as crianças autistas podem ter preferências por certas texturas, cores e materiais. Portanto, é preciso estar atento às suas escolhas e adaptar as atividades de acordo com suas necessidades individuais.


Além disso, a arte pode ser uma ótima forma de comunicação para as crianças autistas que têm dificuldade em expressar suas emoções verbalmente.


Ao criar uma obra de arte, elas podem mostrar seus sentimentos e pensamentos de uma forma não verbal e serem compreendidas de maneira mais fácil.


Por fim, as atividades artísticas também podem ser uma forma de estreitar a relação entre a criança autista e seus cuidadores.


Ao participar dessas atividades juntos, é possível criar um ambiente de cooperação e conexão emocional, o que pode ajudar a fortalecer o vínculo entre eles.


Alguns exemplos de brincadeiras artísticas que podem ser realizadas com crianças autistas são:


Pintura com dedos para crianças autistas: uma atividade lúdica e terapêutica


A pintura com dedos é uma atividade que pode ser muito divertida e benéfica para crianças autistas.


Além de ser uma forma de expressão artística, ela ajuda a desenvolver habilidades motoras finas, coordenação olho-mão e percepção visual.


Para realizar a atividade, é importante utilizar tinta não tóxica e um papel grande o suficiente para que a criança possa se movimentar livremente.


Criança pintando papel com as mãos.
Além de ser uma forma de expressão artística, a pintura com os dedos ajuda a desenvolver habilidades motoras finas, coordenação olho-mão e percepção visual.

Incentive a criança a explorar as cores e texturas da tinta, permitindo que ela crie livremente sem a pressão de seguir um padrão ou uma forma pré-determinada.


Além disso, a pintura com dedos pode ser uma forma terapêutica de lidar com emoções e sentimentos. Permita que a criança expresse suas emoções através da pintura e converse com ela sobre o que está criando.


Essa atividade pode ser realizada em casa ou em um ambiente terapêutico com a presença de um profissional capacitado.


Lembre-se sempre de respeitar o tempo e os limites da criança, tornando a atividade um momento de prazer e aprendizado.


Estimule a criatividade e a coordenação motora fina com a atividade de colagem para crianças autistas


Atividades artísticas podem ser uma ótima maneira de estimular a criatividade e a expressão emocional em crianças autistas.


A colagem é uma atividade simples e divertida que pode ser adaptada para atender às necessidades e habilidades individuais da criança.


Para começar, forneça à criança uma variedade de materiais de colagem, como papel colorido, tecido, botões, fitas adesivas e adesivos. É importante selecionar materiais seguros e não-tóxicos para garantir a segurança da criança.


Em seguida, deixe a criança criar uma colagem única usando os materiais disponíveis. Encoraje a criança a experimentar diferentes texturas e formas, incentivando a exploração sensorial.


Materiais de colagem como papel colorido, tecido, botões fitas adesivas e adesivos.
A colagem é uma atividade simples e divertida que pode ser adaptada para atender às necessidades e habilidades individuais da criança.

Além disso, a colagem pode ser uma oportunidade para trabalhar habilidades motoras finas, como a pinça, a coordenação olho-mão e a precisão dos movimentos.


Ao final da atividade, valorize a criatividade e a originalidade da criança, elogiando o trabalho feito.


A colagem pode ser uma atividade relaxante e terapêutica para crianças autistas, ajudando a desenvolver a autoestima, a confiança e a capacidade de expressão.


Desenvolva a criatividade e a observação de crianças autistas com desenho de observação


O desenho de observação é uma atividade que pode ser muito benéfica para as crianças autistas.


Esta atividade ajuda a desenvolver habilidades motoras finas, aprimorar a coordenação olho-mão e a estimular a criatividade.


Além disso, o desenho de observação também ajuda a criança a prestar atenção em detalhes, a perceber formas e proporções, a desenvolver a memória visual e a melhorar a percepção de espaço.


Menina desenhando com lápis de cor
O desenho de observação ajuda a desenvolver habilidades motoras finas, aprimorar a coordenação olho-mão e a estimular a criatividade.

Para realizar essa atividade, você pode fornecer desenhos de objetos ou animais do mundo real, como flores, frutas, brinquedos, animais, entre outros.


Incentive a criança a observar bem o objeto ou animal, prestando atenção em suas características e detalhes. Depois, peça para ela desenhar o que observou.


Não se preocupe com a precisão do desenho, o importante é que a criança tenha se divertido e aprendido com a atividade.


Outra ideia é levar a criança para um passeio ao ar livre e pedir para que ela escolha um objeto ou animal para desenhar. Pode ser uma flor, uma árvore, um pássaro, uma borboleta, entre outros.


Aproveite para estimular a percepção sensorial da criança, como pedir para que ela sinta a textura da casca de uma árvore, ou escute o som dos pássaros. Depois, peça para ela desenhar o que observou durante o passeio.


Você também pode fornecer fotos de objetos ou animais para a criança desenhar. Escolha imagens com detalhes, como um close de uma flor ou uma foto de um animal em movimento. Estimule a criança a observar bem a imagem e a tentar reproduzir o que vê.


Desenho de cachorro feito por uma criança em um caderno de desenho infantil pintado de cores coloridas
Nesta atividade, você pode fornecer fotos de objetos ou animais para a criança desenhar.

Com essas ideias, o desenho de observação pode se tornar uma atividade divertida e educativa para crianças autistas.


Além disso, o desenho também pode ser uma forma de comunicação e expressão emocional para a criança, permitindo que ela demonstre sentimentos e pensamentos de forma criativa.


Atividade de escultura para crianças: estimule a criatividade e habilidades motoras


A escultura é uma ótima atividade para crianças, especialmente para aquelas com necessidades especiais, como as autistas.


Ao moldar e criar formas com argila ou massa de modelar, a criança desenvolve habilidades motoras finas, além de estimular a criatividade e a percepção espacial.


Algumas ideias para explorar a atividade de escultura com crianças autistas são:


- Incentivar a criança a criar suas próprias formas e figuras, sem impor um modelo a ser seguido. Isso estimula a criatividade e a expressão individual.


- Usar diferentes texturas de argila ou massa de modelar para estimular a percepção sensorial da criança.


- Criar uma atividade colaborativa, em que a criança possa trabalhar em grupo para criar uma escultura maior, dividindo a tarefa de moldar e decorar as peças.


- Incentivar a criança a usar a escultura como meio de comunicação, permitindo que ela conte histórias ou expresse suas emoções através da criação de formas e figuras.


Além de ser uma atividade divertida e criativa, a escultura também pode ser uma ferramenta terapêutica para crianças autistas, ajudando a desenvolver habilidades sociais, motoras e emocionais.


Pintura com carimbos para crianças autistas


A pintura com carimbos é uma atividade divertida e criativa para crianças autistas. Além de estimular a criatividade, essa atividade também ajuda a desenvolver habilidades motoras finas, coordenação olho-mão e percepção visual.


Aqui estão algumas ideias para explorar ainda mais essa atividade:


- Criar carimbos: Use objetos cotidianos, como esponjas, rolos de papel higiênico, rolhas de vinho, e até mesmo vegetais para criar carimbos únicos. Corte-os em diferentes formas e tamanhos e deixe a criança experimentar diferentes padrões e texturas.


- Experimentar diferentes superfícies: Além de papel, experimente outras superfícies para carimbar, como tecidos ou até mesmo paredes externas. Isso pode ajudar a expandir a experiência sensorial da criança.


- Explorar diferentes cores: Use diferentes cores de tinta e deixe a criança misturar as cores para criar novas tonalidades. Isso pode ajudar a desenvolver habilidades de discriminação visual e de nomeação de cores.


folhas de papel sobre a uma mesa clara, com tintas sobre a mesa, e marcas de carimbo de diversas formas no papel
A pintura com carimbos é uma atividade divertida e criativa para crianças autistas.

A pintura com carimbos é uma atividade versátil e divertida que pode ser adaptada para as necessidades individuais de cada criança autista.


É uma maneira excelente de incentivar a criatividade e habilidades motoras finas enquanto desfruta de uma atividade divertida.


4. A importância dos exercícios físicos para crianças autistas


A prática regular de atividades físicas é importante para o desenvolvimento físico e mental de todas as crianças, e para as autistas não é diferente.


Além de ajudar no controle do peso e na saúde cardiovascular, os exercícios físicos podem trazer benefícios para a coordenação motora, equilíbrio, flexibilidade e fortalecimento muscular.


Para as crianças autistas, a prática de atividades físicas pode ser ainda mais significativa, já que muitas vezes elas têm dificuldades na interação social e na comunicação.


Exercícios físicos realizados em grupo ou em conjunto com um adulto responsável podem ser uma excelente oportunidade para desenvolver habilidades sociais, como trabalhar em equipe, respeitar regras e compartilhar.


mae-com-filho-jogando-em-um-campo-de-outono
Algumas atividades físicas que podem ser realizadas com crianças autistas incluem caminhadas, corridas, andar de bicicleta, natação, dança, yoga e jogos esportivos adaptados.

Algumas atividades físicas que podem ser realizadas com crianças autistas incluem caminhadas, corridas, andar de bicicleta, natação, dança, yoga e jogos esportivos adaptados.


É importante escolher atividades que a criança goste e sinta-se confortável em realizar, respeitando sempre os limites individuais.


Os exercícios físicos também podem ajudar a reduzir a ansiedade e o estresse, além de melhorar a qualidade do sono.


Portanto, incluir atividades físicas na rotina diária da criança autista pode ser muito benéfico para o seu desenvolvimento e bem-estar geral.


5. Jogos de imitação para desenvolver habilidades sociais em crianças autistas


Os jogos de imitação são atividades importantes para ajudar as crianças autistas a desenvolver habilidades sociais, pois permitem que elas pratiquem diferentes situações sociais em um ambiente controlado e seguro.


Além disso, esses jogos são divertidos e podem ser personalizados para atender aos interesses específicos da criança, o que ajuda a mantê-la envolvida e motivada.


Banner informando ao leitor que a Monitorias oferece primeira aula de reforço escolar grátis.

Uma opção de jogo de imitação é o "faz-de-conta", onde a criança pode imaginar e interpretar diferentes papéis e situações. Isso pode ajudá-la a desenvolver habilidades de comunicação, imaginação e resolução de problemas.


Outra opção é a imitação de animais, que pode ajudar a desenvolver habilidades motoras e de imitação.


Jogos de imitação que envolvem personagens de filmes ou desenhos animados podem ser úteis para crianças que são fãs de uma determinada história ou personagem.


Esses jogos podem ajudar a desenvolver habilidades de linguagem e imitação, além de estimular a imaginação e a criatividade.


A imitação de movimentos de dança pode ser uma ótima maneira de ajudar a desenvolver habilidades motoras e de coordenação, enquanto a imitação de ações cotidianas pode ajudar a desenvolver habilidades de independência e de imitação.


É importante lembrar que o jogo de imitação deve ser adaptado às necessidades individuais da criança e suas habilidades.


Por exemplo, algumas crianças podem preferir jogos mais estruturados, enquanto outras podem preferir atividades mais livres.


É sempre importante observar e respeitar as preferências da criança.


Aqui estão alguns exemplos de jogos de imitação que podem ser realizados:


Jogo de faz de conta de restaurante


Crie um cenário de restaurante e ajude a criança a imitar o papel de garçom ou chef. Isso pode ajudar a desenvolver habilidades sociais, como a capacidade de fazer pedidos e interagir com outras pessoas.


Jogo de faz de conta de supermercado


Crie um cenário de supermercado e ajude a criança a imitar o papel de um comprador ou de um atendente. Isso pode ajudar a desenvolver habilidades de comunicação e de interação social, além de melhorar a compreensão de conceitos como o dinheiro e o troco.


Jogo de faz de conta de médico ou enfermeiro


Crie um cenário de hospital e ajude a criança a imitar o papel de um médico ou enfermeiro. Isso pode ajudar a desenvolver habilidades sociais, como a capacidade de fazer perguntas e explicar sintomas, além de melhorar a compreensão de conceitos relacionados à saúde.


Meninas brincando de jogo de faz de conta de médico.
Jogo de faz de conta de médico ou enfermeiro: crie um cenário de hospital e ajude a criança a imitar o papel de um médico ou enfermeiro.

Jogo de faz de conta de bombeiro


Crie um cenário de emergência e ajude a criança a imitar o papel de um bombeiro. Isso pode ajudar a desenvolver habilidades sociais, como a capacidade de trabalhar em equipe e de resolver problemas.


Jogo de imitação de musical


Incentive a criança a cantar e a tocar instrumentos musicais, ajudando a desenvolver habilidades motoras e de comunicação.


Essas são apenas algumas ideias de jogos de imitação que podem ajudar as crianças autistas a desenvolver habilidades sociais e de comunicação. O importante é adaptar as atividades às necessidades e interesses da criança e tornar a experiência divertida e estimulante.


6. Jogos de interação social para crianças autistas


Os jogos de interação social são fundamentais para o desenvolvimento de habilidades sociais em crianças autistas.


Eles ajudam a desenvolver a capacidade de compartilhar, cooperar, seguir regras e lidar com frustrações.


Aqui estão alguns exemplos de jogos de interação social que podem ser realizados:


Jogos de tabuleiro


Jogos de tabuleiro, como Jogo da Vida, Banco Imobiliário e Detetive, são ótimas opções para jogar com crianças autistas. Eles ajudam a desenvolver habilidades de concentração, estratégia e interação social.


criancas-nao-binarias-brincando
Jogos de tabuleiro são ótimas opções para jogar com crianças autistas.

Jogos de cartas


Jogos de cartas, como Uno, Pife e Buraco, também são uma excelente opção para desenvolver habilidades sociais em crianças autistas.


Estes jogos ajudam a desenvolver a capacidade de seguir regras, de lidar com a frustração e de interagir com outras pessoas.


Jogos de equipe


Jogos de equipe, como queimada, futebol e vôlei, são ótimas opções para desenvolver habilidades sociais em crianças autistas. Eles ajudam a desenvolver habilidades de trabalho em equipe, cooperação e interação social.


Jogos de RPG


Jogos de RPG (Role-Playing Game) são jogos de simulação de histórias, onde os jogadores assumem papéis e interpretam personagens.


Esses jogos ajudam a desenvolver habilidades de comunicação, imaginação e interação social, além de serem uma opção divertida e criativa para crianças autistas.


Jogos de imaginação


Jogos de imaginação, como teatro, contação de histórias e jogos de adivinhação, são ótimas opções para desenvolver habilidades sociais em crianças autistas.


Eles ajudam a desenvolver a capacidade de se expressar, de se comunicar e de interagir com outras pessoas de forma criativa e divertida.


Como se aproximar de uma criança autista: dicas e estratégias para uma interação respeitosa


As crianças autistas possuem características comportamentais e cognitivas distintas, o que pode tornar a aproximação e a interação com elas um desafio para aqueles que não têm familiaridade com o espectro autista.


No entanto, com algumas dicas e estratégias adequadas, é possível se aproximar de uma criança autista de maneira respeitosa e eficaz.


Entenda o espectro autista


É importante compreender que o autismo é um espectro, o que significa que as características e necessidades de cada criança autista podem variar significativamente.


Portanto, antes de interagir com uma criança autista, é importante buscar informações sobre o espectro autista e suas diferentes manifestações.


Seja paciente


As crianças autistas podem levar mais tempo para responder a estímulos ou para se comunicar.


Por isso, é essencial ter paciência e evitar pressioná-las ou forçá-las a fazer algo que não desejam ou não estão prontas para fazer.


Utilize a comunicação não verbal


Muitas crianças autistas têm dificuldade em compreender e expressar suas emoções e pensamentos verbalmente.


Por isso, é importante prestar atenção na comunicação não verbal, como gestos, expressões faciais e postura, para entender as intenções e necessidades da criança.


Seja claro e objetivo


Quando for falar com a criança autista, é importante usar uma linguagem clara e objetiva, evitando ambiguidades ou figuras de linguagem. Utilizar frases curtas e simples pode facilitar a comunicação e evitar a confusão.


Respeite as necessidades sensoriais


Muitas crianças autistas têm hipersensibilidade ou hipossensibilidade sensorial, o que significa que podem ser afetadas por estímulos sensoriais, como luzes, sons e texturas, de maneira intensa e desagradável.


Por isso, é importante respeitar as necessidades sensoriais da criança e evitar exposições desnecessárias a estímulos que possam ser desconfortáveis.


Crie rotinas e estruturas


As crianças autistas geralmente se sentem mais confortáveis e seguras quando têm rotinas e estruturas bem definidas. Por isso, é importante criar um ambiente previsível e organizado, evitando mudanças bruscas ou imprevisíveis na rotina.


Utilize recursos visuais


Muitas crianças autistas têm facilidade em compreender informações visuais, como imagens e desenhos. Utilizar recursos visuais pode facilitar a comunicação e o entendimento das atividades e tarefas.


Mostre interesse verdadeiro


Finalmente, é importante mostrar interesse verdadeiro na criança autista, valorizando suas habilidades e interesses, e respeitando suas limitações e diferenças.


Ao demonstrar empatia e aceitação, é possível estabelecer uma relação de confiança e respeito com a criança e com sua família.


Em resumo, a aproximação e a interação com crianças autistas requerem sensibilidade, paciência e estratégias adequadas.


Ao buscar informações sobre o espectro autista, respeitar as necessidades sensoriais e emocionais da criança, e utilizar recursos visuais e linguagem clara


Escolha e planeje com cuidado as atividades para crianças autistas


Por fim, as atividades para crianças autistas devem ser escolhidas com cuidado e planejadas para atender às necessidades específicas de cada criança.


É importante lembrar que as crianças autistas têm ritmos e habilidades diferentes, e que cada atividade deve ser adaptada para atender às suas necessidades individuais.


Além disso, a participação dos pais e cuidadores é fundamental para que essas atividades sejam bem-sucedidas.


Banner informando ao leitor que a Monitorias oferece primeira aula de reforço escolar grátis.

A Monitorias conta com uma equipe especialista em educação que pode ajudar seu filho em várias dificuldades escolares. Que tal agendar uma aula individual e gratuita para conhecer na prática essa experiência? Entre aqui e agende sua aula agora mesmo.

1 則留言


訪客
3月21日

Muito bom mesmo obrigado

按讚

Outros artigos

BANNER-1_edited_edited.png
BANNER-2_edited.jpg
BANNER-3_edited.jpg
bottom of page